sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

DIA DA BÍBLIA 14/12/2014 DOMINGO EM SERTÂNIA PE,REALIZAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO DE PASTORES DE SERTÂNIA PE



O EVENTO SERÁ NESSE DIA 14 DE DEZEMBRO DE 2014 NUMA COMEMORAÇÃO PIONEIRA ONDE REUNIRÁ MAIS DE 12 IGREJAS CONFIRMADAS, GRANDE EXITO DA APES -ASSOCIAÇÃO DE PASTORES EVANGÉLICOS DE SERTÂNIA EM PROL DA DIVULGAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS E DA UNIDADE DAS IGREJAS EVANGÉLICAS.PARABÉNS A APES E A IGREJAS DO SENHOR JESUS EM SERTÂNIA.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Por que dizimar?

“Não sou eu, porventura, livre? Não sou apóstolo? Não vi Jesus, nosso Senhor? Acaso, não sois fruto do meu trabalho no Senhor? Se não sou apóstolo para outrem, certamente, o sou para vós outros; porque vós sois o selo do meu apostolado no Senhor. A minha defesa perante os que me interpelam é esta; não temos nós o direito de comer e beber?” (I Coríntios 9.1-4)
Entendo que essa seja a grande questão do dízimo: Será que aqueles que ministram para nós, nos edificam, velam por nossa vida e nos aconselham, são obrigados a viver em “jornada dupla”?
Os Coríntios foram agraciados por Deus com toda a sorte de dons e revelação da Palavra. Paulo foi aquele que iniciou todo esse processo. O apóstolo, perplexo com a indiferença dos seus discípulos, continuou:
“E também o de fazer-nos acompanhar de uma mulher irmã, como fazem os demais apóstolos, e os irmãos do Senhor e Cefas? Ou somente eu e Barnabé não temos o direito de deixar de trabalhar?” (I Coríntios 9.5-6)
Deixar de trabalhar aqui é, obviamente, uma outra atividade que seja não o ministério. Lembrando de que a idéia do dízimo é justamente que aqueles que nos ministram não precisem trabalhar com recursos naturais, mas sim espirituais.
“Quem jamais vai a guerra à sua própria custa? Quem planta a vinha e não come do seu fruto? Ou quem apascenta um rebanho e não se alimenta do leite do rebanho?” (I Coríntios 9.7)
Uma série de perguntas retóricas, mas de respostas obvias e inquietantes.
“Porventura, falo isto como homem ou não o diz também a lei? Porque na lei de Moisés está escrito: Não atarás a boca do boi, quando pisa o trigo. Acaso, é com bois que se preocupa? Ou é, seguramente por nós que ele diz? Certo que é por nós que está escrito; pois o que lavra cumpre fazê-lo na esperança; o que pisa o trigo faça-o na esperança de receber a parte que lhe é devida” (I Coríntios 9.8-10)
A clareza e sinceridade de Paulo são constrangedoras. É interessante a observação de Paulo de que a sua opinião não era humana, porque a Lei diz exatamente a mesma coisa, porém, em outras palavras, essa opinião era divina.
Paulo está, na Nova Aliança, afirmando que o princípio pelo qual os ministros eram sustentados na Lei (dízimo) não é da Lei, mas eterno e divino. É para aqueles que ministram terem sustento. Porque Deus se preocupa com eles, essas coisas estão escritas.
“Atar a boca do Boi enquanto debulha”, fala de um princípio egoísta de receber o benefício da força do boi, para tração do arado e debulha do trigo, mas impedi-lo, enquanto isso, de comer algum trigo pelo caminho. É como dizer: “eu quero sua força, dedicação e talento, mas não conte com nada meu”. Isso é qualquer coisa, menos cristianismo.
“Se nós vos semeamos as coisas espirituais, será muito recolhermos de vós bens materiais? Se outros participam desse direito sobre vós, não o temos nós em maior medida? Entretanto, não usamos desse direito; antes, suportamos tudo, para não criarmos qualquer obstáculo ao evangelho de Cristo” (I Coríntios 9.11-12)
Pelo que já lemos em Gálatas e agora em Coríntios e que tem eco também em Filipenses 4, quando Paulo fala sobre se associar no tocante a dar e receber, parece claro que ele considera lógico, e uma regra correta, que aquele que recebe bens espirituais deve compartilhar bens materiais. Igualmente, o que recebe bens materiais deve ter compartilhado, antes, bens espirituais. Na mente do apóstolo, é uma troca lógica e justa, até mesmo uma associação (Filipenses 4.14-14).
Da igreja de Corinto, Paulo resolveu não receber o benefício, visto que, para eles, isso era motivo de escândalo e pelo fato de não estarem agindo com gratidão e reconhecimento a tudo que Paulo havia feito. Ele recebia salário de outras igrejas, que faziam isso voluntariamente, como parece que era o caso da igreja de Filipos (II Coríntios 11.8 ), mas dos Corintos ele resolveu não receber. É importante que se perceba que Paulo só não recebia de Corinto, mas das outras ele recebia e contava como salário.
Como uma igreja pode pagar salário se não tiver uma receita constante? E como virá esta receita? A resposta é fácil e óbvia: através do dízimo de seus membros.
“Não sabeis vós que os que prestam serviços sagrados do próprio templo se alimentam? E quem serve o altar do altar tira o seu sustento? Assim ordenou também o Senhor aos que pregam o evangelho que vivam do evangelho” (I Coríntios 9.13-14)
Novamente, Paulo apelou para a Lei e mostrou que o princípio da Lei continuava valendo, pois, na verdade, o mesmo não é da Lei e sim eterno, ao ponto do próprio Senhor Jesus ordenar a mesma coisa para aqueles que pregariam o Evangelho da graça.
Devem ser considerados merecedores de dobrados honorários presbíteros que presidem bem, com especialidade aqueles que se afadigam na palavra e no ensino. Pois a Escritura declara: Não amordaces o boi, quando pisa o trigo. E o trabalhador é digno do seu salário” (I Timóteo 5.17-18)
Mais uma vez, os conceitos do salário e da gratidão ficam evidenciados. “Dobrados honorários” falam do reconhecimento pelo trabalho prestado. Uma igreja não pode fazer isso sistematicamente se não tiver uma receita sistêmica. Por outro lado, não fazer isso é visto como defraudação.
Aqui fazemos um cálculo simples: se um ministro prega uma vez, deve receber o honorário por aquela pregação; se o pastor, ou presbítero, faz isso diuturnamente, deve receber um salário para que essa assistência não cesse.
Exponho esse versículo na versão da Bíblia Amplificada: “Deixe que os presbíteros que cumprem os deveres do seu ofício bem, sejam considerados duplamente dignos de honra [e com adequado suprimento financeiro], especialmente aqueles que trabalham fielmente na pregação e no ensino”.
Particularmente, penso que é muito cruel não dar o dízimo, quando somos ensinados, edificados, aconselhados e amados por uma igreja local. A Bíblia dá a entender que, na verdade, é um abuso e uma atitude feia receber bens espirituais, mas deixar aqueles que nos compartilharam esses bens se virarem para conseguirem bens materiais, pois, afinal de contas, eles também precisarão. Como disse Paulo, talvez eles precisem de um cônjuge. Talvez tenha uma família e, mesmo assim, está lá pregando e ensinando a Palavra.
A discussão aqui não é sobre a qualidade do presbítero, mas sobre o cristianismo dos ouvintes. Creio que foi para isso que Deus estabeleceu o princípio espiritual do dízimo. Ele nos abençoou com toda sorte de benção, nos encheu de abundância, força e recursos para enriquecermos o quanto conseguirmos, mas se não aprendermos a colocar nossa conquista em prol do Evangelho, estamos invertendo gravemente as coisas.
Penso que é impossível manter a benção de Deus operando a meu favor, quando sou movido por egoísmo, mesquinhez e indiferença a necessidade dos próximos e, principalmente, as dos da família da fé.
Por outro lado, acho que a fidelidade nos dízimos e nas ofertas dá o testemunho de que Deus pode confiar em mim e de que eu reconheço que Ele é a fonte inicial de tudo o que eu posso alcançar, com a força que Ele me deu.
Dízimo é uma atitude de fé e amor. É muito triste ver a necessidade que muitos pastores enfrentam de ter que anunciar inúmeras bênçãos para que a igreja dê o dízimo, pois se não for para receber em troca, os crentes não se importarão se seus líderes têm o que comer ou como pagar as contas da própria igreja.
Acho que sou movido por egoísmo quando dou dinheiro na igreja só porque as janelas do céu serão abertas. Por isso, precisamos entender que elas estão abertas, hoje, porque Jesus morreu e ressuscitou e eu me assentei lá com Ele, mas minha infidelidade pode estancar o fluir dessas bênçãos para a minha vida.
Gosto de algo que o pastor Marcelo Carvalho costuma dizer: “nossas sementes não saem do nosso bolso, mas do nosso coração”. Semear para carne ou para o espírito é isso, afinal oamor ao dinheiro é raiz de todos os males.


Creio, de todo o meu coração, que aquele que semeia pouco, pouco também ceifará, e aquele que semeia com fartura, com abundância também ceifará, mas, como diz o texto bíblico, Deus ama a quem dá com alegria. E, essa, é uma atitude interior.
FONTE:http://verbodavida.org.br/blogs-gerais/eusouoqueabibliadiz/por-que-dizimar/

sábado, 11 de outubro de 2014

Diferença entre votar Nulo e em Branco nas Eleições

voto em branco nulo eleicoes 2014 Voto em Branco ou Nulo Eleições 2014Você é jovem e vai votar pela primeira vez este ano? Tem dúvidas sobre o processo eleitoral ou é eleitor, mas somente agora se interessou em saber alguns assuntos relacionados às eleições? Já é hora de saber o valor das eleições 2014 para o exercício da cidadania, principalmente quanto ao voto e o que este significa. A seguir você saberá qual a diferença entre votar em branco e votar nulo.


Muitos eleitores tem dúvida nas suas escolhas e não sabem quem votar e preferem 
votar em branco ou nulo, mas qual a diferença? Qual dessas duas opções é a melhor no processo eleitoral?              
Existem diferenças quando se escolhe branco e nulo. O voto em branco nas eleições 2014embora muitas pessoas pensasse que a pessoa não votou em candidato nenhum, na verdade significa que a pessoa abdicou seu direito de votar. Outras pessoas veem o voto em brancocomo forma de contestação, mas na verdade é um conformismo, também significa “tanto faz” e são acrescentados os votos para os candidatos com maior votação no último turno. Por exemplo, se existem dois candidatos X e Y e X termina o primeiro turno com 52% dos votos e o candidato Y com 35% dos votos, 10% dos votos é branco e 3% nulo, isso significa que 3% dos eleitores não querem que o candidato X e nem Y no poder e o que vender estará bom. Então, desta forma o candidato X tem 62% de aceitação do eleitorado.
Agora para quem deseja fazer um protesto na hora da eleição 2014, a forma mais certa de fazer isso é o voto nulo, pois esse significa que o eleitor não está satisfeito com a proposta de nenhum candidato e se recusa a votar em um ou outro candidato. Esse tipo de voto é mais efetivo para quem quer exercer sua democracia, pois este permite que o eleitor manifeste a sua insatisfação e é uma forma válida de manifestar sua insatisfação. Mas, ninguém fala em como votar nulo nas instruções, somente como votar em branco. Por que será que isso não é feito? Para fazer isso, é necessário digitar um numero inexistente de candidato e na sequência aperta-se em confirmar (o botão verde da urna). Quando o eleitor coloca o voto em branco o sistema da urna informa que “você está votando em branco” e então o eleito confirma ou corrige, mas quando o eleitor coloca um número existente, o sistema da urna responde de forma negativa e o sistema responde ”número incorreto, corrija seu voto”, isto muitas vezes faz o eleitor se desencorajar ao nulo, mas este é um direito de democracia que os eleitores têm. Este voto é o único válido que pode inclusive anular uma eleição inteira, pois se nenhum candidato conseguir a maioria dos votos (mais de 50%) no último turno, as eleições têm que ser cancelada, por isso não se fala em voto nulo, somente em branco. Por isso, se está descontente? Vote nulo nas eleições 2014, pois este é seu direito. Mas o melhor a se fazer é pesquisar os candidatos e tentar escolher o melhor.

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Ebola é maldição divina, dizem líderes africanos

e-bolaEnquanto as nações ocidentais tentam proteger seus cidadãos do crescente surto de Ebola, na África Ocidental alguns líderes cristãos começaram a falar do vírus como uma maldição de Deus.
Na sexta-feira (08 de agosto), a Organização Mundial de Saúde declarou que a crise Ebola assola a região e já é considerada uma emergência de saúde internacional. No mesmo dia, a Nigéria tornou-se o mais recente país da África Ocidental a declarar que a crise é uma emergência nacional, um dia depois da Espanha tirar um padre e uma freira da Libéria para Madrid.


No sábado (09 de agosto), uma freira morreu de Ebola em Monróvia, capital da Libéria, noticiou a AP. O surto começou em dezembro, na Guiné, mas não foi descoberto até março. Desde então, a doença matou mais de 1.000 pessoas na Libéria, Guiné e Serra Leoa.
“As pessoas estão tendo diferentes concepções errôneas de que se trata (a maldição) de Deus”, disse o bispo Sumoward Harris, agora aposentado da Igreja Luterana na Libéria. “Isto é, dependendo de como eles estão interpretando a Bíblia. Mas eu não acho que Deus está com raiva e está enviando a doença como um castigo. ”


Na Libéria, mais de 100 líderes cristãos reunidos no início de agosto declararam que Deus estava com raiva e  o vírus Ebola seria uma praga enviada. Eles pediram orações para buscar o perdão de Deus pelos pecados, incluindo a corrupção e atos imorais como a homossexualidade.


Da Libéria Wilmot Kotati Bobbroh, chefe da Água Viva Igreja Pentecostal, mais tarde descreveu o surto como uma maldição nacional trazida por Deus para forçar o arrependimento. Bobbroh disse que cloro e sabão não estavam funcionando, mas só a misericórdia de Deus poderia salvar as pessoas.


Em Serra Leoa, uma visão semelhante está ganhando credibilidade, de acordo com Ebun James-Dekam, secretária-geral do Conselho de Igrejas em Serra Leoa. “Ele (o vírus) tem algumas semelhanças com o que aconteceu quando a epidemia de HIV / AIDS ocorreu pela primeira vez”, disse James-Dekam.


Inicialmente os infectados com o Ebola em Serra Leoa contava com o tratamento dos curandeiros tradicionais, mas este mostrou-se ineficaz, disse ela. “Praticamente todas as igrejas agora estão contando com ajuda de profissional médico para o tratamento”, acrescentou.


Harris disse que o vírus se espalhou rapidamente porque pouco se sabia sobre o assunto e que o governo não tinha dado parecer. “As pessoas começaram a levar os familiares para casas de oração, enquanto outros estavam administrando o tratamento com ervas”, disse Harris.

Fonte:http://www.libertai.com.br/ebola-e-maldicao-divida-dizem-lideres-africanos/

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Pastor lista “sinais da vinda de Cristo” e diz que a Grande Tribulação começará no próximo ano

A aparição das luas de sangue no início deste ano ainda rende discussões no meio cristão, e agora um teólogo afirma que o período da Grande Tribulação descrito no Apocalipse se iniciará em 2015.
Mark Biltz é um teólogo, pastor e estudioso sobre profecias, e acredita que há sinais claros que estão no céu e na terra de que a Grande Tribulação começará em um ano, no máximo. Para ele, a aparição da primeira lua de sangue na última Páscoa marcou o início do processo.
Desde 2008 ele vem fazendo o que ele chama de “alerta para a Igreja”, através das quatro luas de sangue em datas proféticas entre 2014 e 2015, segundo informações do portal Noticia Cristiana.
Judeu, Biltz passou anos estudando as profecias de Gênesis sobre o sol e a lua, onde a Bíblia afirma que as luzes no céu serviriam como “sinais para as estações do ano”. “O termo hebraico significa que ele não é apenas um sinal, mas um sinal da Sua vinda”, explica Biltz, que explica que a palavra traduzida como “estações” tem o significado de “certo tempo”, o que significa que as celebrações do feriado estabelecidas por Deus no Antigo Testamento seguem o calendário lunar adotado por judeus.
“Os eventos são agora fora de controle”, escreveu o pastor em um artigo. A lista destes “eventos”, inclui ataques contra os cristãos por muçulmanos radicais como Estado Islâmico e Boko Haram. Ele também menciona o surto de Ebola na África, que afeta pelo menos cinco países e ameaça tornar-se uma epidemia continental.
O pastor afirma que, embora com menos espaço na mídia, os ataques terroristas em Jerusalém têm crescido exponencialmente nos últimos meses, de acordo com o Serviço de Segurança de Israel (Shabak).

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

CANTOR MARCOS ANTONIO EM AFOGADOS DA INGAZEIRA PE

O cantor gospel Marcos Antonio será a atração do grande Show gospel, que acontecerá no dia 27 deste, na Avenida Rio Branco, no Centro de Afogados da Ingazeira. Estima-se que um grande público evangélico prestigiem o show da fé. Marco Antônio, como ele mesmo gosta de ser chamado, o Negrão Abençoado vem cantando suas belas canções, que por muito tempo tem sido um refrigério na alma de milhares de cristãos. Toda comunidade evangélica está convidada! (Itamar França)
Fonte:http://www.blogtvwebsertao.com.br/

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Concurso público para a contratação de 1.905 profissionais de saúde em Pernambuco.

Será publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (26) o edital do concurso público para a contratação de 1.905 profissionais de saúde em Pernambuco. As vagas são para hospitais da rede estadual de saúde, sendo 11 na Região Metropolitana do Recife e dez no interior. A seleção será organizada pela Iaupe/Conupe.

Do total de vagas, 821 são para o cargo de analista em saúde, divididos nas funções de assistente social (43 vagas); biomédico (13 vagas); cirurgião-dentista (24 vagas); cirurgião-dentista com especialidade em cirurgia buco-maxilo-facial (4 vagas); enfermeiro assistencial (253 vagas); enfermeiro obstetra (77 vagas); enfermeiro uteísta (56 vagas); farmacêutico fiarista (41 vagas); farmacêutico (59 vagas); fisioterapeuta motor (18 vagas); fisioterapeuta respiratório (38 vagas); fonoaudiólogo (42 vagas); nutricionista (66 vagas); psicólogo (53 vagas); e terapeuta ocupacional (34 vagas).(continua...)

As outras 1.084 são para o cargo de assistente em saúde. Todas as vagas são para profissionais plantonistas, exceto o cargo de analista em saúde função farmacêutico fiarista. Os profissionais de enfermagem e fisioterapia serão lotados por área de especialidade. 
Os cargos de analista em saúde receberão um vencimento de R$ 1.518,38, com gratificação de plantão no valor de R$ 798,60. As exceções são os cargos de analista em saúde na função de cirurgião-dentista com especialidade em cirurgia buco-maxilo-facial, que terá vencimento de R$ 4.599,02, com gratificação de plantão de R$ 2.915,72; e de analista de saúde função cirurgião-dentista, que receberá gratificação de plantão no valor de R$ 2.134,00. Já os assistentes em saúde receberão vencimentos de R$ 724,13, com gratificação de plantão de R$ 261,35.As vagas serão preenchidas por Gerências Regionais de Saúde (Geres). Assim, no ato da inscrição, o profissional já poderá escolher a região do estado em que irá atuar. O maior número de vagas será para a I Geres, com sede no Recife (1.078), que conta com os hospitais Barão de Lucena, Restauração, Agamenon Magalhães, Getúlio Vargas, Otávio de Freitas; Geral de Areias; Correia Picanço; Ulysses Pernambucano; Policlínica Jaboatão, em Jaboatão dos Guararapes; Alcides Codeceira, em Igarassu; e Sanatório Padre Manoel, em Paulista.

Os profissionais serão lotados ainda no Hospital Regional José Fernandes Salsa, em Limoeiro (II Geres); Hospital Colônia Vicente Gomes de Matos, em Barreiros (III Geres); Hospital Jesus Nazareno e Hospital Regional do Agreste, em Caruaru (IV Geres); Hospital Dom Moura, em Garanhuns (V Geres); Hospital Regional Ruy de Barros Correia, em Arcoverde (VI Geres); Hospital Regional Inácio de Sá, em Salgueiro (VII Geres); Hospital Regional Emília Câmara, em Afogados da Ingazeira (X Geres); Hospital Prof. Agamenon Magalhães, em Serra Talhada (XI Geres), e Hospital Belarmino Correia, em Goiana (XII Geres).

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Morre no Recife, aos 87 anos, o escritor Ariano Suassuna

Na aula-espetáculo, Ariano mistura causos, informações sobre elementos da cultura popular nordestin a (Foto: Costa Neto / Secretaria de Cultura de Pernambuco)Morreu no Recife, nesta quarta-feira (23), o escritor, dramaturgo e poeta paraibano Ariano Suassuna, aos 87 anos. Ele estava internado desde a noite de segunda (21) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Português, onde foi submetido a uma cirurgia na mesma noite após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) do tipo hemorrágico. Segundo boletim médico, o escritor faleceu às 17h15. "O paciente teve uma parada cardíaca provocada pela hipertensão intracraniana".
O velório do corpo do escritor começa ainda esta noite, no Palácio do Campo das Princesas, sede do governo estadual, que decretou luto oficial de três dias. A partir das 23h, será aberto o acesso do público ao local. O enterro está previsto para a tarde de quinta-feira (24), no cemitério Morada da Paz, em Paulista, no Grande Recife.
Segue na Fonte:G1

terça-feira, 27 de maio de 2014

Luciana Gimenez cai endemoninhada ao vivo e programa sai do ar



Quem estava assistindo ao "Superpop" nesta segunda-feira (26) levou um susto.
Durante um debate sobre religiões, a apresentadora foi surpreendida com a ex-Ronaldinha Vivi Brunieri gritando por ajuda e uma imagem de Luciana Gimenez supostamente desmaiando.

A câmera fugiu da apresentadora e o programa foi encerrado mais cedo após intervalos comerciais.

Leia: Vídeo de Ivete Sangalo endemoninhada faz sucesso na web

Na despedida, a apresentadora surgiu com expressão abalada, sem a estola que usava e agradeceu aos convidados: "Quero agradecer a presença de todos vocês.
Obrigada pela energia boa que vocês me passaram porque eu estava precisando".


Nas redes sociais, não faltaram especulações sobre o que ocorreu no palco, com teorias sobre possessão, gravidez e desmaio. Pelo Instagram da artista, um rapaz chegou a oferecer explicação. Leia abaixo:

Fonte Original: http://www.ofuxicogospel.com/2014/05/juliana-ximenes-cai-endemoninhada-ao.html#ixzz32wPGc5mj

quarta-feira, 30 de abril de 2014

DANÇAR É CORRETO?Davi Dançou, Qual o Problema?


Muito se tem ouvido essa expressão. Pra variar, na maioria das vezes, em igrejas de orientação pentecostal. Por que isso acontece? Porque muitas vezes nessas igrejas as coisas saem do controle. As pessoas pulam, correm, gritam e aqui e ali dançam. Como estão descontroladas e quase sempre em transe, a explicação dos presentes é sempre a mesma: “pulou no espírito !”, “gritou no espírito !” e, é claro, “dançou no espírito !”.
O tema é controverso. Os fundamentalistas, que praticamente são contra tudo e todos, alegam que o templo não é lugar de dança. Que não há nenhuma orientação bíblica para se dançar, quer no templo, na sinagoga ou na própria igreja primitiva.
Os pentecostais mais tradicionais são preconceituosos em relação a coreografias, principalmente as mais modernas que envolvem ritmos contemporâneos, como rock e rap, por exemplo. Como sempre, extremismos podem ser perigosos. Convém analisar a Escritura.
Em primeiro lugar, ‘gregos e troianos’ dançaram nas Escrituras. Tantos bons quanto maus, em determinado momento, executaram seus movimentos ritmados. Assim como Miriã e as mulheres dançaram (Êxodo 15:20), o povo rebelado dançou aos pés do Sinai, em volta do bezerro de ouro (Êxodo 32:19).
Argumentar que não há orientação para se dançar na Casa de Deus é ambíguo. Onde está a orientação bíblica para que se tenha uma Escola Bíblica Dominical?
As igrejas mais tradicionais, fundamentalistas, deveriam então eliminar de suas práticas os jograis irritantes que fazem sempre no dia das mães e os teatros infantis que entretém as crianças para que não atrapalhem o culto domingo à noite. Nada disso era feito no templo, na sinagoga ou na igreja primitiva.
Ninguém dança no Espírito. Não há uma só passagem bíblica que traga essa expressão. No Espírito se dá frutos e se exercita dons. E dançar não tem nada a ver com isso.
As questões básicas aqui são: Dançar é pecado? Quando dançar? Onde fazê-lo? Respostas, à luz da Escritura.
Pais dançam com filhas em aniversários de quinze anos. Maridos dançam com esposas em festas de casamento. O povo de Israel celebra suas festas anuais há milênios com muita dança. Jesus participava de todas elas. A Bíblia não diz em nenhum momento que ele dançou. Mas também em nenhum momento diz o contrário. Se o tivesse feito, estaria cumprindo um costume seu e de seu povo, como sempre fazia (Lucas 4:16). Radicais podem se horrorizar com a simples hipótese do Cristo dançando junto com sua família na festa das primícias. E daí?
Logo, não. Dançar não é pecado. O que é pecado é lascívia e sensualidade, como demonstrou Herodias (Mateus 14:6). Aí nesse caso a culpa não é da dança, mas sim da forma como ela é utilizada. Uma faca pode servir para salvar a vida de uma pessoa, mas também pode tirar a vida de outra. Tem ela culpa do mau uso que é feito dela. Tem culpa Jesus de tantos terem matado em seu nome?
Quando dançar?
Não existe uma regra específica. Em todos os casos listados no Antigo Testamento, a dança está relacionada, para o bem ou para o mal, com momentos de alegria, celebração. O texto em Jeremias 31:13 ilustra bem essa realidade.
Dançar na presença de Deus, nesse caso, pode ser um termo mais adequado do que ‘dançar no Espírito’.
Nos alegramos na presença de Deus. Nos sentimos felizes com suas maravilhas. Não foi o que sentiram Miriã e Davi? Alegria? Júbilo?
Onde dançar?
Aqui é o problema principal. Dançar na igreja: sim ou não?
O que nós temos na Bíblia, em seqüência é: Tabernáculo, Templo de Salomão, Sinagoga. No fechamento do Apocalipse a igreja cristã ainda não havia sido contaminada com a cultura romana do mega templo e as igrejas de reuniam em casas.
No Tabernáculo era impossível dançar, pela sua estrutura, simbolismo e função.
No Templo de Salomão não há referências. E por que não há? Porque antes do Templo as festas já vigoraram e funcionavam fora dele. E como o Templo é o sucessor legal do tabernáculo, era normal que não abrigasse as celebrações.
E hoje, dentro da igreja?
A igreja cristã não é herdeira do Templo de Salomão, mas sim das igrejas nos lares que funcionaram do primeiro ao quarto século da Era Cristã, até serem cooptadas pelo Império Romano e se corromperem. Isso, no entanto, não impedia que os judeus convertidos celebrassem suas festividades anuais. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Paulo de Tarso, o maior combatente das práticas judaizantes (como, por exemplo, a circuncisão), não deixou de ir às festas (Atos 20:16 e I Coríntios 16:8). Jesus, como já citamos anteriormente frequentava as celebrações anuais de Israel.
Quando os fundamentalistas alegam que não se dançava no Templo nem na sinagoga, e usam esse argumento contra a dança, cometem um erro crasso. Essas organizações não são parâmetros pra a igreja cristã, mas sim as igrejas familiares amplamente citadas no Novo Testamento.
Lá se dançava? Lá se alegravam? Louvavam com alegria e Júbilo?
Quem pode provar que sim ou que não?
A igreja cristã é uma grande família e as pessoas têm direito de se alegrarem na presença de Deus. A dança, como qualquer outra coisa, pode ser subvertida. Usada de uma forma inadequada. Não é o que vemos todos os dias com o dom de línguas usado de forma equivocada nas igrejas? Ou com a exploração financeira absurda do rebanho do Senhor onde se manipula textos para proveito próprio?
No meio de tudo isso, fico com o Salmo 150:4 que diz “Louvai-o com o tamborim e a dança, louvai-o com instrumentos de cordas e com órgãos.”.
É uma ação nossa. Dançamos alegres pelas maravilhas de Deus. É algo racional, não descontrolado. Sabemos por que estamos dançando. Não usamos o Espírito como desculpa para o descontrole.

Pastor Pat Robertson afirma que asteroides atingirão a Terra como cumprimento de profecias do Apocalipse: “Pode ser já na próxima semana".


O pastor Pat Robertson voltou a chamar atenção para si ao afirmar que os fatos narrados no apocalipse serão causados por asteroides, e que os impactos poderiam começar já na próxima semana.
Em seu programa The 700 Club, na TV Christian Broadcasting Network (CBN), Robertson lembrou do romance escrito por ele em 1995 que tinha como tema justamente o apocalipse.
"Eu escrevi um livro, chama-se 'O fim dos tempos', e se trata sobre um asteroide atingindo a Terra. Eu não vejo qualquer outra coisa que cumpre as palavras proféticas de Jesus Cristo que não seja um asteroide. Não há nada que possa fazer com que os mares fiquem turvos, que faça o céu a escurecer, a lua e o sol não dar sua luz, e as nações da Terra fiquem aterrorizadas se perguntando 'o que está acontecendo? '", afirmou o pastor.
Segundo o pastor, embora a gravidade do planeta Júpiter atraia a maioria dos asteroides, afastando-os da Terra, é possível que em algum momento, uma grande rocha venha em direção ao nosso planeta: "Qualquer dia destes… Pow!", disse Robertson.

segunda-feira, 28 de abril de 2014

O PERIGO DO FACEBOOK E REDES SOCIAIS

As Redes sociais:
Redes sociais e mais redes sociais vão surgindo nesse mundão a fora,más, afinal de contas o que é uma rede social, de inicio vem a mente uma sociabilização,ou por assim dizer um "ser social", mais não é nessas paragens que se vai uma verdadeira rede social em computadores, estive pesquisando sobre rede social na internet ,e ai sim o leque se abriu, então, logo abaixo para que você possa entender e se familiarizar mais vai ai a referencia de minha pesquisa como educador,feito na Wikipédia uma enciclopédia livre na net:
                   Rede social é uma estrutura social composta por pessoas ou organizações, conectadas por um ou vários tipos de relações, que partilham valores e objetivos comuns. Uma das características fundamentais na definição das redes é a sua abertura e porosidade, possibilitando relacionamentos horizontais e não hierárquicos entre os participantes. "Redes não são, portanto, apenas uma outra forma de estrutura, mas quase uma não estrutura, no sentido de que parte de sua força está na habilidade de se fazer e desfazer rapidamente."1lMuito embora um dos princípios da rede seja sua abertura e porosidade, por ser uma ligação social, a conexão fundamental entre as pessoas se dá através da identidade. "Os limites das redes não são limites de separação, mas limites de identidade. (...) Não é um limite físico, mas um limite de expectativas, de confiança e lealdade, o qual é permanentemente mantido e renegociado pela rede de comunicações."2
                                          As redes sociais online podem operar em diferentes níveis, como, por exemplo, redes de relacionamentos (Facebook,Google+SkypeOrkutMySpaceInstagramTwitterBadooStayfilm), redes profissionais (LinkedInRede Trabalhar), redes comunitárias (redes sociais em bairros ou cidades), redes políticas, dentre outras, e permitem analisar a forma como as organizações desenvolvem a sua atividade, como os indivíduos alcançam os seus objectivos ou medir o capital social – o valor que os indivíduos obtêm da rede social.
Como usuário de rede sociais e cristão sincero:
Ultimamente algo vem me chamado atenção  quanto a esse assunto e mais especificamente em relação facebook que tem sido a ferramenta mais usada nessa era.Sou líder de Igreja ,e com certeza entendo que todo líder é um formador de opinião,venho aqui externar o meu cuidado quanto a manutenção de nossa integridade como igreja do Senhor Jesus,portanto, devemos proteger nossa casa, família,organização e principalmente nossa vida espiritual.Observo que essas ferramentas tomam um grande tempo em nossa trajetória aqui na terra  e como diz o ditado tempo é ouro ,também o mandamento da Palavra diz: Remi o tempo pois os dias são maus,fiquei perplexo com esses últimos acontecimentos na mídia via internet  e repasso algumas informações sabendo que com certeza nos ajudarão em nossas decisões:
O Brasil tem a maior taxa de crescimento no Facebook, com uma média de 10% a mais de novos usuários ao mês. Isso seria algo em torno de 20 milhões de pessoas que entram na rede social mais popular do planeta a cada 30 dias.
Além do sucesso no Brasil, o Facebook já é um fenômeno mundial e, como quase qualquer tipo de moda, tem os seus problemas...
Por exemplo, o que dizer em caso de uma criança querer abrir sua própria conta no Facebook? Qual é a idade mínima recomendada? Adolescentes e crianças devem ser tratados igualmente?
Enfim, são muitas perguntas e o OnSoftware selecionou oito razões para mostrar a você que o Facebook não é adequado para crianças. Confira:

Quais os riscos do Facebook já que ele é um sistema de gerenciamento?



CUIDADO COM OS SEUS PERFIS :

Há um grande perigo com relação a seus dados em perfis ,muitos deles são rastreados por ladrões e falsificadores, portanto,todo cuidado é pouco, se possível reserve um tempo faça uma faxina em dados pessoais que dão margem e vida pessoal como endereço completo etc..



A minha oração e meu sincero pedido a igreja do Senhor é que vivam em seu tempo mais que esse tempo não acabe matando ou prejudicando nossa vida pessoal como cristão que somos e que não possamos nos perder no emaranhado das ilusões desse mundo pervertido e cheio de sutilezas, e que o Senhor nos ajude e proteja nessa tarefa aqui na terra:de ser sal e luz em meio as trevas.
Por:Pr.Francisco S.Campos.